Ainda tem, mas pode acabar. Por isso, o consumo consciente da água é fundamental. Entenda como o papel de cada pessoa faz diferença para preservar a água do planeta e veja dicas para fazer parte da mudança.

Quando o astronauta Yuri Gagarin chegou ao espaço e disse “a Terra é Azul”, a imagem de um planeta abundante em água ficou reforçada no imaginário coletivo. É verdade, vivemos em um mundo onde mais de 70% da superfície é preenchida por oceanos. O problema é que as águas dos mares podem até proporcionar paisagens incríveis nas férias de verão, mas não são próprias para o consumo humano.

Do total de quase 1,5 bilhão de metros cúbicos de água sobre a Terra, só cerca de 3% é de água doce, que após tratada pode ser distribuída às pessoas. E mesmo dentro desse percentual, que já é mínimo, ainda temos que desconsiderar a parte que está congelada e inacessível nas calotas polares do globo. Em resumo, a Terra pode até merecer o apelido de “Planeta Água”, mas somente uma parcela muito pequena de todo esse líquido é própria para o consumo das bilhões de pessoas que vivem por aqui.

Água na Terra: 97% oceano, 2% calotas polares e 1% água potável e 7 bilhões de pessoas no planeta

Cenário atual da disponibilidade de água no mundo

Hoje, já não há água suficiente para atender a necessidade de consumo de toda a população mundial. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a tendência é que a demanda siga aumentando. A crise hídrica no planeta é explicada por números. Nos últimos 100 anos, a população mundial praticamente quadruplicou. Saiu de pouco mais de 1,65 bilhão em 1900, para os 7 bilhões atuais. No mesmo período, o consumo de água cresceu seis vezes.

Enquanto população e consumo avançaram ano após ano, o volume de água potável disponível no mundo não só permaneceu o mesmo, como ainda sofre com ameaças de redução, em razão da poluição cada vez mais agressiva de rios e lagos. Não é à toa que a ONU considera a água potável uma das questões mais importantes do nosso século.

E o que você tem a ver com isso?

Um problema da magnitude da escassez de água pode parecer grande demais para ser resolvido por pessoas comuns. No entanto, os especialistas são unânimes em afirmar que a solução passa pela conscientização de todos os setores da sociedade.

Governos, empresas e pesquisadores de todo o mundo trabalham para ampliar a disponibilidade de água, com o aprimoramento de iniciativas sustentáveis de irrigação na agricultura, a utilização de água de reúso na indústria, entre outras possibilidades.

Na sua casa não teria por que ser diferente. Cada indivíduo também pode e deve fazer sua parte, buscar alternativas e colaborar para garantir a oferta de água para todos. Vamos entender melhor esse processo?

Quanto você gasta de água?

Se você acha que seu consumo de água é insignificante, vai se surpreender com a informação de que o brasileiro usa, em média 154 litros de água por dia. O número é 34 litros a mais do que a ONU indica como necessário para atender às necessidades básicas das pessoas. Mas há variações de consumo nas regiões do país. No Rio de Janeiro, por exemplo, campeão em consumo de água no Brasil, a média chega a 254 litros por dia, segundo dados do Ministério das Cidades.

Evitar o desperdício é importante, mas o uso consciente da água também passa pela atenção com a rede de esgotos. Atitudes aparentemente inofensivas, como descartar lixo em vasos sanitários e pias, podem provocar o entupimento das redes de esgoto, prejudicando todo o processo de tratamento e a possibilidade de reúso.

Quer fazer uso consciente de água? Separamos dicas para começar já

Quer entender melhor seu papel no uso consciente da água? Trouxemos cinco dicas para mostrar como mudanças no seu cotidiano podem contribuir bastante para a redução do desperdício.

1. Quanto você consome?

1 pessoa no brasil consome 154 litro de água por dia. Isso representa mais de 56 mil litros por ano.

 

A ONU aponta que cada pessoa precisa de 110 litros de água por dia para atender suas necessidades básicas. O consumo diário médio dos brasileiros é 34 litros acima desse número. É possível economizar bastante com alguns cuidados e mudanças de hábitos. Duvida? Confira os números.

 

 

2. Cuidado com os vazamentos!

1 vazamento de 2 milímetros desperdiça 96 mil litros de água por mês

 

Os vazamentos e infiltrações são alguns dos principais motivos de desperdício de água na rede de abastecimento do Brasil. Faça avaliações periódicas de suas tubulações. Você reduz seus gastos e ajuda a preservar a água.

 

 

 

3. Troque a mangueira pelo balde

10 minutos de mangueira ligada desperdiça 186 litros de água

 

Feche a mangueira! Quatro baldes de água já são suficientes para lavar seu carro. Se o objetivo é regar as plantas, há alternativas mais econômicas. Substituir a mangueira pelo regador gera economia de 96 litros de água em dez minutos.

 

 

4. Sem pinga-pinga

Uma torneira gotejando gasta 40 litros de água por dia

 

 

Chega de adiar o conserto da torneira. Em uma semana, aqueles pingos que pareciam inofensivos já serão responsáveis por 280 litros de água jogados pelo ralo.

 

 

5. Economia no banho

você gasta 45 litros de água em 5 minutos de banho

 

 

Se você reduzir só 1 minuto do seu tempo de banho, ao fim um ano terá ajudado a economizar 3.285 litros de água.

 

 

E aí, está pronto para adotar esses hábitos de consumo consumo consciente de água na sua rotina? Lembre-se: toda mudança positiva é bem-vinda e o seu papel é muito importante na preservação do meio ambiente.

O que você achou deste conteúdo? Siga nossos perfis nas redes sociais para não perder nenhuma novidade! Estamos no FacebookInstagramLinkedInTwitter e YouTube.